Desfile de 25 de Abril de 2017

 

Em termos de apoio aos transportes e a acessibilidade, pode ser consultado no site Portugal Acessível o guia de transportes existente e as especificações dos equipamentos que dispõem: http://www.portugalacessivel.pt/default/pesqtransportes/id/26

 

Um passo importante foi dado ao dotar os comboios alfa pendulares com plataformas elevatórias que asseguram o acesso a pessoas com mobilidade reduzida. Mas, no geral, os transportes ferroviários continuam a segregar as pessoas com dificuldades de locomoção. Tratando-se de um transporte rápido e dos menos poluentes deveria ser prioritário garantir condições de acessibilidade em todas as linhas existentes no nosso País.

Nas estações torna-se imperativo dar cumprimento à legislação em vigor, Decreto-lei n.º 163/2006, de 8 de Agosto, através da afetação de verbas específicas, em sede de Orçamento de Estado.

Atualmente foram criados serviços de apoio às pessoas com deficiência, destacando-se o serviço da CP – SIM (Serviço Integrado de Mobilidade) para quem necessita de assistência no embarque e desembarque com ou sem cadeira de rodas. A APD tem contestado a obrigação de prévia comunicação com 24horas já que a solução de acesso deve ser de fácil utilização pelo utilizador.

Ao nível de descontos a CP dispõe de uma tarifa para as Pessoas Com Necessidades Especiais, que permite às pessoas com deficiência com grau de incapacidade igual ou superior a 80%, ter um desconto de 75% do valor do título de transporte. Poderão ainda usufruir de um bilhete para acompanhante, emitido com um desconto de 25%.

Poderá consultar estes descontos e o serviço em: https://www.cp.pt/passageiros/pt/informacao-cliente/cne