Associação Oridanza - Cultura em Movimento, com a colaboração de Lilian Rivera está a desenvolver o projecto de dança inclusiva "Dança sobre Rodas".

A Associação Oridanza, em parceria com a Divisão de Cultura da Câmara Municipal de Setúbal, irá organizar um conjunto de oficinas de dança desportiva em cadeira de rodas ao longo de 2022/2023. Esta modalidade de desporto adaptado tem sido dinamizada em Portugal com a colaboração do projeto Dança sobre Rodas e com os bailarinos Daniele Oliveira e Nuno Sabroso. 

A participação nas oficinas é gratuita e aberta a todos;

A próxima oficina decorre já no dia 26 de março às 14h00 em Setúbal.

Texto com a descrição da actividade:

Gestão de projectos
Lilian Rivera telef.  916831783

www.oridanza.pt

 

 

 

 

 Comunicado

 Dia Internacional da Mulher

 

Aderir à comemoração do Dia Internacional da Mulher, 8 de março, é atitude comprometida com os direitos humanos, porque, todos os indicadores, em todas as crises, salientam as consequências agravadas para as mulheres, enquanto vítimas das agressões: sofrimento, pobreza, fome, violência, desemprego, desigualdade salarial, inumeráveis discriminações. A estrepitosa falência do modelo social baseado: na exploração; na intoxicação redutora da democracia, semente de desinformação – da comunicação social; a publicidade vexante, utilizando a mulher; a promoção de todo o tipo de alienação; são sintomas do medonho retrocesso social, merecendo especialíssima censura o cruel tratamento das gestantes, mães, causas da assustadora depressão demográfica que nos fustiga.

“No seu Dia” as mulheres não deverão deixar de observar, analisar, as aterradoras ameaças aos seus direitos, à sua dignidade, às conquistas obtidas através de dramáticas lutas.

As mulheres com deficiência padecem uma dupla discriminação: discriminação de género; discriminação causada pela deficiência. 45 Anos de democracia não foram suficientes para acabar com estas discriminações.

A Convenção sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência recomenda aos Estados signatários um largo elenco de medidas destinadas à promoção da igualdade; em Portugal essas recomendações, à semelhança de muitas outras disposições desse instrumento universal de direitos, e outra legislação, são “letra morta”.

As mulheres são as vítimas mais sofredoras da guerra e de todas as calamidades provocadas por esse horrendo flagelo. A luta incessante, firme, convicta pela Paz deverá constar de todas as reivindicações das mulheres. A dissolução de todas as alianças belicistas. O desarmamento geral verificado, a resolução pacífica, através da diplomacia, de todos os conflitos, devem transformar-se em exigências.

As trágicas consequências da guerra - sempre condenável, génese de multidão de pessoas com deficiência e o desvio de imensos recursos para a guerra são obstáculos à construção da sociedade inclusiva.

A mudança depende do reforço, consolidação, reconhecimento da função essencial das organizações cívicas, inequivocamente ligadas à defesa dos direitos humanos, e da ação determinada das pessoas com deficiência em prol desses direitos e da indispensável transformação social.

A APD saúda as mulheres, focalizando as mulheres com deficiência no “seu dia”!

A APD exorta/convoca as mulheres a participar, em defesa dos seus direitos, em todas as manifestações comemorativas, salientando a Manifestação convocada pelo MDM que se realizará em Lisboa no dia 12 de março.

 

Paz sempre, guerra nunca mais!

Todos os Direitos, para todas e todos, em toda a Parte!

 

 

Lisboa, 8 de março de 2022

 

Pela APD

A Presidente

Gisela Valente

 

 


As reservas serão feitas exclusivamente online até dia 25 de fevereiro, contudo, existe a possibilidade de contactar os serviços da Sede Nacional da Associação através do número de telefone 21 388 9883/84 ou por email: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar. e fazer a reserva.

 

 

 

 

 

 

                                                                                DESCONVOCATÓRIA

                                                                                   E

                                                                    NOVA CONVOCATÓRIA 

 

A Delegação Local de Região Autónoma da Madeira não reúne as condições necessárias para fazer a Assembleia Local de Sócios para a Apreciação e Aprovação do Relatório de Actividades referente a 2021 e Apreciação e Votação das Contas do Exercício de 2021 pelo que se torna impraticável a realização da Assembleia Local previamente estabelecida pela Convocatória de 26 de Fevereiro de 2022.

 

Lisboa, 14 de Fevereiro de 2022

 

  

                                                                              A Presidente da Mesa da Assembleia Geral

                                                                                      Ana Luisa Martins Brito Sezudo

 

CONVOCATÓRIA

 

Ao abrigo do Artigo 19º n.º 2, do artigo 18º alínea f) dos Estatutos da Associação Portuguesa de Deficientes convoco a Assembleia Geral Ordinária para o dia 26 de Março, pelas 13.30 horas, na Sede Nacional, sita no Largo do Rato, 1B – 1250-185 Lisboa, com a seguinte Ordem de Trabalhos:

 

Ponto 1. Apreciação e votação do Relatório de Atividades referente a 2021 da Delegação Distrital de Setúbal;

Ponto 2. Apreciação e votação do Relatório de Atividades referente a 2021;

Ponto 3. Apreciação e votação das Contas do Exercício de 2021 da Delegação Distrital de Setúbal e das Delegações Locais de Amarante, Região Autónoma da Madeira e Seixal;

Ponto 4. Apreciação e votação do Relatório de Contas do Exercício de 2021 e Parecer do

Conselho Fiscal;

Ponto 5. Vários.

 

Lisboa, 14 de Fevereiro de 2022

 

                                                                               A Presidente da Mesa de Assembleia Geral

                                                                                        Ana Luisa Martins Brito Sezudo

 

 

Nota: Se à hora marcada não estiver presente o número suficiente de associados para o seu funcionamento, a Assembleia terá início uma hora depois, qualquer que seja o número de sócios presentes.   

 

 

 

 

Campanha de Crowfunding

 

 

A APD iniciou uma campanha de crowfunding, numa forma de ultrapassar as dificuldades financeiras que atravessa.

A campanha poderá ser consultada em: https://ppl.pt/causas/apd

A todos os que poderem contribuir e apoiar a nossa causa agradecemos.

Encontramo-nos ao dispor para qualquer esclarecimento adicional.

Telef. 21.388.9883  e-mail: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

 

 

 

 

 

 

RGPD - Regulamento Geral de Proteção de Dados

 

De acordo com o Regulamento Geral de Proteção de Dados, os dados recebidos através das páginas web, serão processados informaticamente e a sua utilização destina-se exclusivamente para uso interno para responder às questões e formalizar diligências junto das entidades responsáveis. O utilizador deve ter conhecimento de que os dados inscritos irão circular numa rede aberta até ao seu registo na Base de Dados, podendo ser intercetados por terceiros. Aos utilizadores é garantido o acesso aos dados para eventual correção ou eliminação. 

A Associação Portuguesa de Deficientes não fornecerá os dados pessoais a entidades terceiras, e só em situações de necessidade de identificação para resolução das suas questões, haverá uma comunicação prévia solicitando a sua autorização para fornecer os seus dados a entidades terceiras, nomeadamente Câmaras, Hospitais, e Instituições Públicas, pelo que, a sua utilização pressupõe o conhecimento e aceitação destas condições.

 

Poderá consultar mais informações sobre o Regulamento (UE) 2016/679 do Parlamento Europeu e do Conselho de 27 de abril de 2016 e a sua aplicação em https://www.cnpd.pt/bin/rgpd/rgpd.htm 

 

Saiba mais sobre a nossa política de privacidade aqui.